4.30.2008

Love, hate, think, believe, feel, wish

O twitter tal como outras plataformas 2.0 são bons radares de tendências, comportamentos, pensamentos, etc. O problema é que como as pessoas falam todas ao mesmo tempo é difícil ouvir o que têm para dizer, nem sequer sabemos por onde começar. Este novo site, o twistori, permite-nos espreitar para este universo com mais alguma clareza.

"The Next Level"



Cliente: Nike
Agência: 72andSunny


Filme realizado pelo "Sr Madonna", Guy Ritchie.

4.29.2008

Porque a contra-cultura é importante



Não há nada como aprendermos com os nossos "críticos" para fazermos melhor publicidade. Aliás recomendo a leitura do artigo "Technoslave":

"Trapped by our cell phones, email and iPods, we need to clear our minds from the clutter and stop being technoslaves."

E se de repente uma marca como a iPod dissesse aos consumidores para usarem menos os seus iPods? Como é que as pessoas desconstruíriam a mensagem?

Uma miradela aqui ao lado



\\\\ ------------------ "Global Trend Barcelona" ------------------ ////

Mashups for the masses

Carros à medida, sapatos à medida, why not sites à medida? É a massificação da customização.

A Radar#4 da Lowe Lisboa


Radar4


From: LoweLisboa, 17 hours ago








SlideShare Link

4.28.2008

"Uma espreitadela ao futuro"


[Clique na imagem para ver]

Direccao de arte

Adorei.

4.26.2008

Share of wallet = Share of voice?



"It is a very grave mistake to think that the enjoyment of seeing and searching can be promoted by means of coercion."
- Albert Einstein

Moral da história: Por vezes ter um grande budget e milhares de GRP's não é sinónimo de ...

4.24.2008

"Death of the Honeybee"



Cliente: Häagen-Daz
Agência: Goodby, Silverstein and Partners


\\\\\\\\\ www.helpthehoneybees.com /////////

nice little twist...

É grátis, pega-se e se calhar vale a pena ir aqui para o lado, para coluna de links.

http://www.contagiousmagazine.com/newsletter/Issue96.html

4.23.2008

A Very Silent Night - SPCA (Official Version)

é assim mesmo, já estava avisado que não se tratava de um cd virgem porque "as altas frequências do álbum não são audíveis para o ouvido humano, mas o melhor amigo do homem ouve-as na perfeição".

Por favor, alguém me pode confirmar? Márcio, penso que já houve aqui um post sobre caninos e aí por casa há uns quantos, certo?

Dizem que no natal passado "vendeu 6.000 exemplares e está em vias de ser distribuído a nível mundial."

Penso que estamos perante a resposta da industria discográfica à infame pirataria que impera na sociedade, e que se reposiciona assim e agora para um mundo canino.

Pangea Day

Em 2006 a realizadora Jehane Noujaim ganhou o TED PRIZE. 100.000 notas americanas e a possibilidade de realizar um sonho: mudar o Mundo. O desejo seria unir povos e continentes através do cinema - assim nasce o Pangea Day.
Dia 10 de Maio, as cidades do Cairo, Kigali, Londres, Los Angeles, Mumbai e Rio de Janeiro, estarão unidas por filmes, concertos e conferências.

Serão 24 curtas, seleccionadas entre mais de 2500 inscrições, segundo critérios baseados na capacidade de inspirar a transformação e permitir ver o mundo pelos olhos dos outros.

Revivalismo II


Gostaria de desenvolver um pouco mais a ideia do meu companheiro de Blog , Pessanha, que levanta e bem a ideia do relançamento da meia branca.
Parece que estou a ver um segmento da Gucci - "White Diamond" onde uma camisola interior (branca) de alças ao melhor estilo "avô" custaria uns 300 euros... e um belo par de peúga branca em turco 100% cotton com o logo GG no lugar das 2 raquetes de ténis cruzadas... ficaria por uns módicos 160.

Para "cara" da campanha escolheria sem hesitaçôes : Sean Penn.

filme de 30 segundos filmado nos Hamptons com uma banda sonora : "My Way" de Sinatra na versâo Gipsy Kings (disponível no YouTube como "A mi manera")

Dia das petas




O dia 1 de Abril já lá vai, mas ficam aqui alguns anúncios "spoof" feitos por algumas marcas para celebrar o dia da mentiras e brincar com o consumidor.

"Welcome to Greenland"




"Green Project Awards"

Premiar hoje para sentirmos amanhã.

Revivalismo

Agora que este tema virou moda no blog, que saudades que eu tenho das meias brancas. Assim como a Doritos pediu de volta os slows os meus pés esperam ansiosamente pela marca que se chegue à frente e ressuscite o belo par.

4.22.2008

No Excuse part II


Como é que é pessoal!?
Já anda tudo bem calçado?!
Puseram de lado o sapato quadrado à frente? O "Sapaténis" Prada??
Investiram o vosso Fundo Reforma nuns bons Churchs ou nuns Crockett & Jones?
Já ouviram bocas dos criativos, tipo "Onde é que compraste esses sapatos à
Charlot?"
Bom.... estamos no bom caminho...
É altura de passarmos ao nível 2.
Adeus ao reles fato de 3 botôes BOSS ou Prada ao melhor estilo Board Member Junior ou
Director Geral Trainee. Adeus ao fato Massimo
Dutti (a menos que sejam Trainee Trainee e ganhem menos de 200 euros)...
Vamos embora.... juntos chegamos lá.
Acabaram-se as faltas de confiança na altura de aprovar uma estratégia ou
impingir mais um Briefing feito às 3 pancadas porque já sâo 7 da tarde e
hoje há Champions League... ou Heinekens com a nova account do piso 3.

MAL newsletter


Todas as segundas-feiras, a MAL (Media Arts Lab, TBWA e OMD juntas para trabalhar a conta da Apple... se alguem nao souber) manda uma newsletter com coisas interessantes.

Felizmente, estao dispostos a partilha-la com quem estiver interessado. Basta mandar um mail ao Frank Striefler (frank@mediaartslab.com) ou Erik Hanson (erik@mediaartslab.com) e pedir.

Pedinte profissional




http://www.bumllionaire.com/bumllionaire/

4.21.2008

Sos planners?



A miuda representa mal e descricao e um bocado limitada, mas nao deixa de ser uma chamada de atencao ao ego.

No Excuse...


Trabalhar em publicidade nâo é desculpa para nâo saber comprar sapatos.
Se nâo têm guito, peçam emprestado. E nunca se esquçam que o barato sai caro.
Já contabilizaram os empregos que perderam por se apresentarem numa entrevista ... inapresentáveis?
Digam "Nâo!" aos sapatos quadrados à frente... ao estilo Pélé dos Camper; aos ténis fluorescentes do Circo Chen ou à rasquice pretensiosa do "sapaténis" da Prada.
Comportem-se como homenzinhos e bora lá comprar um sapato que se veja...

4.18.2008

Do not try this at home.

Eis a campanha da Nike com o Kobe Briant a fazer o impossível!


e agora, as "vozes" da reacção:

blow me!

Blow é um pó branco , que parece cocaína, e que se adiciona a qualquer bebida, transformando-a numa Energy Drink.

Pouco mais que inocente.



"Has blow gone too far?
With $9 billion dollars in revenue...you really can't sniff at them"

e, obviamente, já há buzz...

"True dedication"



Cliente: Budweiser
Agência: Fallon, Londres

zoo york rules.

"Why are Argentine creatives so great?"



Ok, eu sei que de tempos em tempos a "Adland" gosta de eleger uma dada corrente criativa geográfica como o "Santo Graal" da publicidade. Brasil, Inglaterra, States, Sudoeste Asiático ... já passaram pelo "spotlight".

Mesmo resistindo a esta tendência de colocar no pedestal o actual sucesso meteorítico do pessoal das "Pampas", vale a pena ler o artigo "Why are Argentine creatives so great?" da Campaign Magazine.

Absurda? Mágica? Trinta segundos de puro entretenimento (ponto final)?

O argentino Juan Cabral, DC da Fallon de Londres parece ter resumido tudo na Esquire Inglesa há alguns meses atrás:

"I think of the people when they're on their sofas watching the telly. I want to do it in a way that's fair - I'm selling you this, but in exchange I'll give you this minute of colour and hypnotising music."

4.17.2008

FREE LOVE____VS___BETTER THAN FREE

Na sequência de Free Love e seguindo o último hyperlink do documento, encontrei algo mais, que penso relevante para partilhar aqui.

“Now, FREE LOVE is not about everything being free in the (near) future (...) For some instant inspiration on what may in fact be better than free, (re)read Kevin Kelly’s excelent 8 Uncopyable Values

E eles são: Immediacy; Personalization; Interpretation (este é muito bom); Authenticity; Accessibility; Embodiment; Patronage; e the last but not the least... Findability;


A piadola do dia

O recém lançado produto da PT “MEO”, serviço de televisão, originou uma chuva de queixas e reclamações de muitos dos subscritores deste produto.

Segundo as características técnicas enunciadas pela PT, a box que acompanha o produto, permite, entre outras funcionalidades, a paragem da imagem em tempo real!

O problema é que os clientes que ontem assistiam ao jogo de futebol entre o SCP e o SLB, e de entre estes os adeptos do SLB tentaram desesperadamente “parar” o sistema quando o SCP fez o 1-2 mas os golos não paravam de entrar…

tenis de emergência...


A japonesa Onitsuka Tiger instalou em Carnaby Street (Londres) a primeira "vending machine" de tenis de emergência. Além dos londrinos terem agora uns tenis sempre à mão... ainda é possível escolher os mais fashion: existem vários pares e vários tamanhos.


Misterious Ways


O consumidor é por vezes uma caixa de surpresas.
Tantos anos de inevestigaçâo científica das melhores marcas de artigos desportivos para que as luvas de guarda redes sejam cada vez mais eficazes e aderentes à bola... e continuamos a ver os guardiôes por esse mundo fora a cuspir para as mâos antes de um canto ou de um livre perigoso....
Nâo entendo. Será uma tradiçâo? Um segredo bem guardado? Terá a saliva propriedades desconhecidas para agarrar bolas de futebol?

4.16.2008

Eu adoro acções outdoor



Eu tenho uma atracção irresistível por este tipo de acção. São guerrilheiras, são ousadas e mais que tudo: são tão simples e, ao mesmo tempo, tão geniais. Aqui alguns exemplos: da Euro de Singapura para Wonderbra, Publicis New York para PeptoBismol e TBWA Paris para Amnesty International. Este último foi criação de um grande amigo meu, Philippe Taroux, que aplicou ele mesmo estes posters pela cidade luz.

Fonte: Brainstorm#9 e Marketing Alternatif

Fome canina

Apesar de ser um bocado estúpida, esta é mais uma daquelas ideias que quando a vemos pensamos, como é que ninguém ainda se tinha lembrado disto.
Segundo a Ad Age a sobrealimentação dos cães era um problema conhecido nos USA.
E por isso o próximo passo lógico foi criar o primeiro medicamento de emagrecimento para cães. Foi isto que a Pfizer pensou antes dos outros laboratórios. Até fez um site com um medidor virtual de obesidade canina. Este lançamento fecha um ciclo na vida social dos cães norte americanos. Depois da consulta de psiquiatria para cães, vão ao cabeleireiros de cães onde se arranjam para um luxuoso jantar no restaurantes dos cães, e no fim para não se preocuparem podem tomar um comprimido para emagrecer, para cães.
Só espero que este comprimido não funcione como um estímulo à anorexia canina.

FREE LOVE!



Mar 2008 Issue 52

The ongoing rise of free, valuable stuff that's available to consumers online and offline.
From AirAsia tickets to Wikipedia, and from diapers to music.


Vale mesmo a pena fazer o download e ler até ao fim.
E minha pergunta aqui fica:

Não deviamos nós fazer um blog para estimular também os clientes, com posts como este e tantos outros que por aqui se encontram?

Eu contente fico por ter acesso a este tipo de informação, mas para entrar em prática tenho de sair da agência, ir ter com o cliente, sentar-me com ele e pensar na estratégia, e não esperar que ele me convide para o grande concurso da conta, muitas vezes não é mais do que o sumatório das várias acções tácticas que a marca definiu ter ao longo do ano.




4.15.2008

É já nos dias 6 e 7 de Maio



----------- > http://www.clubecriativos.com

Descanso pixelizado


depois deste fim de semana...

... e depois de 4 medalhas portuguesas, das quais uma de ouro, no Campeonato da Europa de Judo.
Lembrei-me desta brilhante campanha, que se ajusta a qualquer desporto, que não seja o dos 22 macacos a correr atrás de uma bola durante 90min para marcarem um golo, ou não.

já pensei várias vezes, no porquê do sucesso.
1-notícias constantes todas as semanas
2-deixar a mulher em casa e estar com os amigos
3-não precisamos de estar constantemente a prestar atenção ao que se passa (na realidade muito pouco se passa)

pode haver umas quantas mais mas aqui ficam razões de maior relevo sobre o judo:

Why Judo Can be Better than Sex? (copyrighted by Neil Ohlenkamp)

You can do judo as much or as little as you want, you get to decide.

You can count on it at least 4 times a week.

In judo you don't have to compliment the other person on their new uniform.

In judo, you can play with the same people every day for a year and it's never the same twice.

You don't have to buy the other person dinner to get a partner.

In judo you don't feel guilty about winning the ugly ones.

After an unusually long and difficult judo class you can still ride your bike home.

In a judo match you only have a few minutes before you have to climax.

If you get all scratched up in a judo match, you can brag about it to your wife.

The goal in judo is to stay erect as long as you can.

You don't mind if your parents come to watch you in judo.

People cheer when you score.

You can score without any foreplay.

In a good weekend of judo you can go with 6 or 7 different people and it only costs you twenty bucks and you may get a prize at the end.

In judo the other person has to pay attention throughout, even if they're done scoring.

Scoring on the wrong competitor won't get you shot.

You can be pretty certain that nine months after a judo match the other guy's lawyers won't call, asking for half of your pre-tax income for the next eighteen years.
The other guy will probably not invite you to the ballet.

The other competitor doesn't demand that you shave before the match.

You have a coach to tell you when to enter, when to drive, and when to get up again.

In judo you have a referee who makes sure the other person is safe so you don't need protection.

If you don't score in a judo match, the other guy doesn't ask you if you've had that problem often.

You can grapple with everyone in class the same night.

In judo you have to practice all the positions, not just the one you like.

In judo the other person can't stall or refuse to engage

Acontece...

E o que é que acontece quando já estamos suficientemente aborrecidos com a vida?Ian Usher encontrou uma solução... colocar a sua vida à venda na Internet!

http://www.alife4sale.com/

La Valise en carton Vuitton


Sex, Drugs and Rock & Roll.... mas com tudo bem arrumadinho...
O mítico guitarrista dos Stones a dar a cara pela LV.
Deixa portanto de ser lícito a frase "O gajo nâo fecha bem a mala..."
Se nâo a fecha é porque nâo quer...

Nota Final : 8,5 / 10

"Foam City"



Cliente: Sony
Agência: Fallon, Londres

4.14.2008

Conversas descartáveis.



Phone maker Hop-on Inc. apparently found success at CTIA in Las Vegas with its disposable cell-phone concept, a $20 (13 euros) phone with no LCD screen .) that can be thrown away or recycled after use. The company said on Thursday that a European distributor has purchased 10,000 of the phones for an initial test run. The phone uses a Texas Instruments chip set and works on the 900/1800 MHz frequency.
De facto se este telemóvel não tem visor, se não permite receber ou enviar sms, se não tem lista de contactos nem tem indicador de bateria ou de cobertura de rede...mais vale deitá-lo ao lixo e comprar um novo.

4.13.2008

Apple "Yoga"



Cliente: Apple
Agência: TBWA Media Arts Lab

4.11.2008

Tudo muda, tudo fica na mesma

"Fifty years ago, to join advertising's creative guild, a man had to tell funny stories and smoke a pipe. The patron saint of this exclusive guild was a guy in a suit from the Bronx named Bill Bernbach, who preached about advertising as entertainment. To this day, there are followers of Saint Bill who believe that people are so amused by advertising that they run right out and buy stuff. They believe this because if it weren't true they'd have to go to Hollywood to tell funny stories, and it's harder to get a job in Hollywood than on Madison Avenue."

"The Next Creative Revolution": Um artigo para ler, imprimir e guardar bem guardadinho.

4.10.2008

In Memoriam



-------------------------- "Paul Arden dies at 67" --------------------------

sudocu

Quando as boas ideias vão pela sanita...
À venda na loja21.com.

Macacos

Muito divertida esta acção do Festival Sinos 2008. O Diogo Mello, Director Criativo da Fischer Portugal, recebeu este vídeo e enviou-me hoje de manhã. Fiquei curioso em saber o que as vossas agências receberam. Se tiverem também os vídeos, let´s sharing!

video

"EMEL: Um lugar no coração"



"Aumentam as agressões a Agentes de Fiscalização da EMEL"

"Foi a 5 de Dezembro que João Cunha ganhou um sorriso novo. Primeiro mais inchado, hoje mais metálico. Era meio-dia e meia e estava a passar na Defensores de Chaves, em serviço, quando viu um colega da Empresa Municipal de Estacionamento de Lisboa (EMEL) cair ao chão com um murro de um automobilista, que a seguir, não satisfeito, desatou ao pontapé na cabeça do fiscal estendido no asfalto."

Será que um dia destes ainda vamos ter uma campanha pró compreensão e respeito pelo dia-a-dia e trabalho dos EMEL's?

4.09.2008

100% Brazilian Soul


http://www.youtube.com/watch?v=y8dQP5srrGk

uma música top deluxe como nâo ouvia há muito.... Vanessa da Mata e Ben Harper numa bonita Joint Venture.... havaiana no pé.... Brahma Chope na mâo....

PS: se algum dia tiverem que pôr um par de patins em alguém.... profissionalmente ou no plano passoal... tanto faz.... esta é a banda sonora ideal.

O clássico "depeço-te mas com estilo..."

Sharing

Quem não se lembra de gravar K7 e trocá-las entre amigos? Let's do it again...

4.08.2008

Viral Film Festival


Vem aí o primeiro Viral Film Festival, integrado no BEFilm-the underground film festival de NY.

Há sugestões para favoritos?

4.07.2008

Uma forma interessante de comunicar



[Via: Wooster Collective]

Be true- cultural dna


O Projecto "Cultural DNA" resulta da parceria entre a "DazedDigital" e a Nike.
Materializa as influências do mundo em fotografias, criando uma sequência que pretende representar o nosso DNA Cultural.

Cool !
Here's mine, share yours:




4.06.2008

Próxima corrida III

O espaço.

O que antes era acessível a nações agora também é a indivíduos. Tudo o que existe de valor na Terra (metais, minerais, terrenos e energia) existe em quantidades avultadas no espaço. Por comparação, o que está a acontecer no Alaska vai repetir-se no espaço. Antes adormecido na lista de prioridades será em breve o motivo da próxima corrida ao ouro. Nos 50 anos que se seguem - graças ao progresso da tecnologia e aumento dos incentivos económicos - é provável que se assista a uma nova vaga de colonização. Qualquer dia o meu mapa de férias nunca mais será o mesmo.

Próxima corrida II


O que é que ganhamos quando olhamos para cima?

Próxima corrida I


Temos por hábito olhar para a frente, para baixo, para os lados e de vez em quando para trás.

4.03.2008

BMW na Rússia



"Outdoor” da BMW, em Moscovo, com mais de 6 mil m2 e com carros de verdade.

Fonte: Brainstorm#9 e Autoblog

To share or not to share

Estava a ler o post interessante que a Margarida colocou, ontem, sobre os actuais tempos de sharing e lembrei-me de uma frase atribuída ao Jung que me choca mas que acaba por ter um bocado de verdade nos dias de hoje: "Todos nós nascemos originais e morremos cópias".

no logo.


"Next time you're outside, stop for a moment, look around and count how many words you see: slogans, street signs, corporate logos, advertisements, business names - commercial branding is everywhere."

O Fotografo Gregor Graf apagou "as marcas" do mundo.







wanna play?

http://www.cokezerogame.com/

4.02.2008

A percepção é tudo



Uma estória curiosa. A maioria das marcas de grande consumo e de retalho alimentar prometem à boca cheia "preços sempre baixos, faça chuva ou faça sol". Quandos os preços dos combustíveis e das matérias-primas aumenta, o que podem estas fazer para não passar o custo para o consumidor final?

Simples. O preço mantém-se diminuindo o volume real de produto que vem dentro das embalagens. Por ex. a General Mills (gigante Norte-americano dos cereais) mantém os preços dos seus cereias estáveis reduzindo o tamanho das embalagens. A Frito-Lay em vez de colocar doze batatas fritas num pacote pequeno, mete oito.

Em suma, pagamos o mesmo ... por menos. O importante é que a percepção de preço baixo é sempre mantida.