2.28.2008

A marca planeamento estratégico

Os planners portugueses conhecem bem a teoria das lovemarks, aliás passamos grande do nosso tempo a tentar transformar as marcas dos clientes em lovemarks. Esforçamo-nos todos os dias para sejam mais que simples marcas, produtos ou modas, queremos que sejam amadas e respeitadas. Mas preocupados em olhar para fora, esquecemo-nos muitas vezes de olhar para dentro, para nós, para a nossa marca. E basta um segundo para perceber que a marca planeamento em Portugal não tem a força que a meu ver deveria ter.
A marca planeamento é olhada acima de tudo como uma moda. Gostam relativamente da marca, adoram alguns dos produtos mas não a respeitam realmente como disciplina da publicidade.
Em Portugal o planeamento é olhado com simpatia, enquanto noutros mercados (ex: inglês, argentino, brasileiro) além da simpatia, a marca planeamento é também muito forte no eixo do respeito. Isto acontece porque nestes mercados os planners (pelo trabalho, pela exposição, pela associação) ganharam o seu espaço.
Chegou agora a altura de ganhar o nosso espaço e de criar uma nova lovemark no mercado de publicidade. Espero que este blog seja apenas o primeiro passo.

2 comentários:

DC disse...

Alguém me consegue explicar porque é que o Fido Dido ainda existe?

Ricardo L. disse...

Esperemos que sim. Boa sorte e bom trabalho com a iniciativa.